Tudo Mudou!…

image2

Ao nosso distinto amigo Dr. Paulo Mesquita, Com respeitosa gratidão, Chico Xavier – 19/Dez/1978

Passando por uma região bem deserta do Norte de Minas, encontrei saindo de uma fazenda um ancião que atravessava a estrada. Parei, pois queria algumas informações sobre a região e onde encontraria um restaurante para o almoço.

O Senhor se apresentou e disse ser o administrador daquela fazenda há muitos anos e seu nome era Mário.

Tivemos uma empatia sem explicação, convidou-me para almoçar em sua casa, dizendo que por ali seria difícil encontrar até um posto de gasolina.

Chegando à sua residência , logo pediu para apressarem o almoço; dizendo ser viúvo.

De repente, olhando para senhor Márcio percebi que apesar de possuir pouco estudo era dotado de grande inteligência e sabedoria.

Iniciamos uma longa conversa, querendo ele com sua simplicidade contar-me  “o orgulho de sua vida”.

 – Sempre trabalhei aqui, lutei muito pois tenho seis filhos. Quando nasceu o último, meu patrão pediu para que eu lhe entregasse, pois não tinha filhos.

Foi feita a adoção;  no dia do batizado, sua esposa escolheu o nome de Mário dos Reis Júnior.

Emocionado com a homenagem, chorei muito de alegria, choro diferente, são lágrimas que brotam dos olhos, mas vindas do coração.

Mário Júnior cresceu cheio de saúde, nunca foi escondido os seus pais verdadeiros, nos tratava com grande carinho e dedicação, dividindo tudo o que para ele era demasiado, para os irmãos; sabe doutor, minha vida mudou muito!……..

Quando completou dez anos, saiu da escola da fazenda e foi para a cidade estudar nos melhores colégios.

Com a morte dos pais adotivos, em um terrível acidente, pediu-me que o ajudasse na administração do enorme patrimônio deixado.

– Eu pensei: como minha viagem se transformou, em poucos segundos, tomando rumos diferentes, usufruindo de  um gostoso almoço com um ser humano diferenciado.

– Continuou: doutor, o melhor de tudo vai chegar com a sobremesa.???

Mário Júnior, como já disse, estudou nos melhores colégios, faculdades e se formou em Engenharia Civil com grande brilhantismo, construiu obras importantes por este mundo a fora.

Fez mestrado, sendo logo catedrático.

Chegou o momento mais emocionante de minha história.

Em uma tarde chuvosa, quando me preparava para recolher, percebi de longe um carro, ao aproximar vi meu querido filho que eu não via há mais ou menos dois meses. Abraços carinhosos, matando saudades e a noite foi se aproximando e nem pensar em dormir.

– Pai, estou aqui porque quero que seja o primeiro a saber: esta tudo pronto do ponto de vista legal. Primeiro, esta fazenda e a do lado são sua e de meus irmãos.

Estou indo encontrar com algo maior!… Entrei para a congregação dos Franciscanos e dei para mesma o restante do meu patrimônio.

Abracei meu filho, beijei-lhe o rosto que irradiava alegria, as lágrimas caíram e o coração falou o que sentia:  – Deus o abençõe meu filho; pois foi Ele que o chamou para continuar sua linda caminhada. Ajude a quem precisar; para retribuir tudo que recebeu e vá viver em Paz!

Paulo Miguel de Mesquita – Médico

paulomiguel@netsite.com.br

Uberaba, 08 de março de 2015.

Deixe seu comentário