Revista Reformador: Coração do Mundo, Pátria do Evangelho

Revista Reformador

Publicado no editorial da Revista Reformador, em maio de 2015, uma mensagem, da Federação Espírita Brasileira, para estes tempos de confusões amargas que preocupam a todos no Brasil.

Nestes tempos de confusões amargas que preocupam a todos é natural que as nossas reflexões convirjam para o momento atual. Entretanto, faz-se necessário alargar os horizontes com vistas a um futuro que nos aponte a possibilidade de prosseguir confiantes e seguros de que tudo passa e de que o progresso é lei natural, por isso divina, inexorável.

Nesse sentido, o benfeitor espiritual Emmanuel no conduz a esse futuro quando afirma em seu prefácio, no livro Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho:

“(…) se a Grécia e a Roma da antiguidade tiveram a sua hora, como elementos primordiais das origens de toda a civilização do Ocidente; se o império português e o espanhol alastraram quase por todo o planeta; se a França e a Inglaterra têm tido a sua hora proeminente nos tempos que assinalam as etapas evolutivas do mundo, o Brasil será também o seu grande momento, no relógio que marca os dias da evolução da humanidade. Se outros povos atestaram o progresso, pelas expressões materializadas e transitórias, o Brasil terá a sua expressão imortal na vida do Espírito, representando a fonte de um pensamento novo, sem as ideologias de separatividade, e inundando os campos das atividades humanas com uma nova luz. (…) Peçamos  a Deus que inspire os homens públicos, atualmente no leme da Pátria do Cruzeiro, e eu, nesta hora amarga em que se verifica a inversão de quase todos os valores morais, no seio das oficinas humanas, saibam eles colocar muito alto a magnitude dos seus precípuos deveres”.

E quanto a nós outros, que Deus nos fortaleça, inspire e abençoe, sustentando-nos nos embates que a vida nos oferece como oportunidade de crescimento intelecto-moral.

Deixe seu comentário